proposito proposito

Propósito: conhecer e ter um faz toda a diferença

4 minutos para ler
Compartilhe -

Desde pequeno, acalento sonhos, e tenho tido a sorte de ser abençoado em conquistá-los. Mas isso não quer dizer também que não houve momentos complicados. A verdadeira medida do ser humano não é como ele se comporta em momentos de conforto e conveniência, mas como ele se mantém em tempos de controvérsia e desafio.

Acredito que é exatamente nestes momentos, em que ter um propósito bem definido, nos apoia em desenhamos nosso caminho, de forma ética e tendo por objetivo assegurar que aqueles sonhos virem realidade.

De acordo com Strecher, autor do livro “Life on Purpose”, a força de um propósito de vida pode ser mensurada e envolve viver em consonância com nossos valores e objetivos e com a vontade de deixar uma marca positiva no mundo. A busca por propósito é inevitavelmente um processo natural e complexo. É o que traz sentido às nossas vidas; é o que nos faz levantar todos os dias animados para correr atrás de nossos objetivos e para deixar nossa marca no mundo.


Em 12 de fevereiro de 1980, eu usava pela primeira vez o fardamento do Exército Brasileiro, uma “segunda pele”, como costumamos chamar. Era a concretização de um objetivo, a realização de um sonho, o encontro de meu propósito.

Foram mais de 30 anos em um ideal de vida. E foi neste ambiente que um jovem de 16 anos encontrava um ambiente que possuia uma enormidade de condições socioeconômicas distintas, aliada a diferenças regionais marcantes; vi cair por terra qualquer resquício de estratificação social ainda existente, pois todos lá eram colocados diante das mesmas condições. A diversidade nunca foi problema; pelo contrário, ela fortaleceu um senso de alteridade e acelerou o surgimento do que chamamos de espírito de corpo, fundamental para o trabalho em equipe.


Se tudo começa com um sonho, o que devemos estar dispostos a fazer para que esse sonho se torne realidade? Muitas pessoas preferem manter-se em uma “zona de conforto”, em vez de buscar uma “zona de confronto”. Ter um propósito faz com que se desenvolva ferramentas, valores, talentos e habilidades socioemocionais, que nos levam a uma experiência de crescimento pessoal inconteste.


Duas característica marcantes de pessoas que possuem um propósito são a resiliência e a sinergia, pois sabem que a capacidade de vencer as adversidades e alcançarem seus sonhos depende disso. Na vida militar, por termos uma sintonia de valores e propósitos, aprendemos desde desde cedo, que “quem sai junto, chega junto” e que “ninguém fica para trás”.

Essa forma de entender o trabalho em equipe, afasta qualquer disputa gananciosa, de rivalidade destrutiva e do individualismo. Para sermos realmente bem-sucedidos, é preciso interagir e buscar sinergia, que é alcançada com trabalho em equipe, doação e participação; ao enfrentar e superar as limitações e dificuldades com a força individual e o apoio do grupo.


Agora, já fora do Exército, encontrei um segundo propósito, que tem me trazido um bem-estar e uma felicidade enorme, que vem a ser a sala de aula. Ao contrário do que muitos pensam, o propósito de vida precisa ser plural, abrangente, multidisciplinar e crítico. Esse encontro em sala de aula com pessoas das diversas matizes, em um ambiente de troca e aprendizado é sem igual. É um mundo à parte, onde o fator humano se destaca como a variável de maior complexidade.


Ter um propósito é ter um compromisso consigo mesmo, saber entregar-se, desenvolver-se no campo afetivo e ter empatia. Hoje em dia, cada um busca em sua racionalidade a imposição de seu ponto de vista como certo, como único, irrefutável.

Já houve muitas crises na história da humanidade, muitos períodos de grandes dúvidas, nos quais as pessoas não sabiam o que fazer, mas elas sempre acham um caminho, justamente pela força do consenso na busca de um bem comum.


Será que o seu sonho continuará sendo um sonho, ou ele vai se tornar realidade? Não há resposta pronta para isso, a única pessoa que tem essa resposta é VOCÊ. Sonhe grande, trabalhe duro, invista sua alma e tudo o que você tem naquilo que você acredita e, faça as coisas acontecerem para a vida valer a pena, para ela ter um PROPÓSITO.


E se quiser aprender mais sobre assuntos como esse, uma dica é se inscrever no MBA MBA GESTÃO COM PESSOAS GERENCIAMENTO DE CONFLITOS & RISCOS, do que sou coordenador e haverá uma disciplina chamada Identidade e Propósito. Quer saber mais? Clique aqui.

Posts relacionados

Deixe uma resposta